HOMOFOBIA, O QUE É ISSO?

A sociedade moderna se organiza por setores, rótulos, catálogos e definições por vezes dualistas e  restritivas, sendo, difícil para o indivíduo, uma vez definido, fujir ao rótulo que lhe é imposto.

O preconceito se origina exatamente durante este processo de individualização, registro e catálogo do ser. Em uma tentativa de organizar “todas as folhas da floresta” até mesmo o preconceito é denominado, legalizado e definido.

Surge assim o termo homofobia para definir  a antipatia imotivada, o desprezo,  o preconceito, a aversão, o medo irracional transformado em atos de discriminação e violência com base em uma percepção de orientação sexual discordante.

400_F_47721689_rMooeA0XqHqBwiBYileNIZiCrMPLT7TBA homofobia é termo geral pois exprime todo o preconceito sofrido pelas diversas  minoritárias de indivíduos de orientação sexual distinta da orientação sexual majoritária: a hétero (pois sim, a heterossexualidade também é uma orientação sexual).

Assim, quando falamos de homofobia falamos de lesbofobia, bifobia, transfobia,  e a própria homofobia em sentido estrito, ou seja, o preconceito direcionado a indivíduos: lésbicas, bissexuais, transsexuais, travestis,  transgêneros e gays, E SIM EXISTE DIFERENÇA ENTRE CADA UM DESTES TERMOS.

Sendo a sexualidade parte integrante da personalidade individual de cada ser humano e vivendo nós, ainda, em uma sociedade  de rótulos e catálogos onde, aparentemente, não existe simplesmente a possibilidade de sermos indivíduos únicos e indefiníveis que se moldam continuamente de modo livre, é interessante que entendamos corretamente cada um destes termos.

Para isso é preciso primeiramente falar de gênero,  identidade de gênero e orientação sexual POIS SIM, MAIS UMA VEZ, AQUI TAMBÉM EXISTEM DIFERENÇAS:

Gênero é o que culturalmente seriam características do ser “masculino” e do ser “feminino”: forma física, anatomia, maneira de se vestir, falar, gesticular, enfim as atitudes, comportamentos, valores e interesses de cada gênero e que habitualmente lhe é atribuído no nascimento (levando-se em conta apenas o caráter biológico do indivíduo).

Identidade de gênero se refere à forma como alguém se sente, se identifica, se apresenta, para si próprio e aos que o rodeiam, bem como, relaciona-se à percepção de si como ser “masculino” ou “feminino”, ou ambos, independe do sexo biológico ou de sua orientação sexual, ou seja, da sua maneira subjetiva de ser masculino ou feminino, de acordo com comportamentos ou papéis socialmente estabelecidos.

Orientação sexual por sua vez, diz respeito á atração mas não apenas sexual, faz referencia à aquele que é objeto de desejo, por quem nos apaixonamos a primeira vista, amamos, uma soma de  instintos, impulsos, genes, hormônios, genitálias, ato sexual, amor platônico, subjetivo, possibilidades corporais e imateriais de vivenciar prazer, amor e afeto independente de gênero.

 A tabela abaixo sumariza as possibilidades existentes de orientação sexual e identidade de gênero:

Sexo biológico Gênero psíquico Orientação sexual Como reconhecemos
Mulher Feminino Bissexual Mulher bissexual
Mulher Feminino Heterossexual Mulher heterossexual
Mulher Feminino Homossexual Mulher homossexual
Mulher Feminino Assexual Mulher assexual
Mulher Masculino Bissexual Homem bissexual
Mulher Masculino Heterossexual Homem heterossexual
Mulher Masculino Homossexual Homem homossexual
Mulher Masculino Assexual Homem assexual
Homem Masculino Bissexual Homem bissexual
Homem Masculino Heterossexual Homem heterossexual
Homem Masculino Homossexual Homem homossexual
Homem Masculino Assexual Homem assexual
Homem Feminino Bissexual Mulher bissexual
Homem Feminino Heterossexual Mulher heterossexual
Homem Feminino Homossexual Mulher homossexual
Homem Feminino Assexual Mulher assexual

Então de modo simplista e direto (sabendo que os graus desta sexualidade podem sim variar) podemos entender:

generos-desaventurasfemininas-mencato

Lésbica: mulher (gênero); que se identifica como mulher (identidade de gênero); e sente atração por outras mulheres (orientação sexual).

Gay: homem (gênero); que se identifica como homem (identidade de gênero); e sente atração por outros homens (orientação sexual).

Bissexual: homem ou mulher (gênero); que se identifica com o seu gênero de nascimento (identidade de gênero); e sente atração por ambos os gêneros (orientação sexual).

Travesti: homem ou mulher (gênero); que se identifica com seu sexo biológico, no entanto adota os hábitos do gênero oposto (identidade de gênero); gay, hetero ou bissexual (orientação sexual).

Transexual: homem ou mulher (gênero); que não se identifica sente desconforto com seu sexo biológico e deseja modifica-lo (identidade de gênero);  gay, hetero ou bissexual (orientação sexual).

Transgênero: homem ou mulher (gênero); transita entre os gêneros e não sente necessidade de alterar seu sexo biológico (identidade de gênero); gay, hetero ou bissexual (orientação sexual).

Apesar de todos estes rótulos e catálogos, é interessante por vezes nos conscientizarmos  enquanto seres sociais, pois o preconceito homofóbico existe dentro do meio LGBTTT, está na lésbica feminina que tem preconceito quanto a lésbica “bofinho”, no gay que ridiculariza o travesti, no bissexual que conta piadas de gays, na lésbica que não tem contato com gays por julga-los “espalhafatosos”…

A sociedade ainda sexista e heteronormativa por vezes cataloga  divide e exclui os indivíduos para melhor controla-los e já é  difícil enfrentar a homofobia social (assumida e principalmente a velada) então muitas vezes não contar com o apoio daqueles também por eles marginalizados por puro preconceito é algo que simplesmente não faz sentido algum, não acham?

M_781Internet3

Mas esta pode ser apenas a minha opinião,  idealista, militante, sonhadora e igualitarista.

Leia Mais Em:

http://www.academia.edu/2387656/Feminismo_transgenero_e_movimentos_de_mulheres_transexuais

http://www.plc122.com.br/orientacao-e-identidade-de-genero/entenda-diferenca-entre-identidade-orientacao/#ixzz2SOcB7rbk

http://educacaoesexualidadeprofclaudiabonfim.blogspot.com.br/2009/07/genero-identidade-de-genero-e.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Homofobia

REVIRAVOLTAS E AMOR

O corpo cansado, ferido, agitado pela mente agora inquieta

Luta, resiste, mas parece quase impossível continuar em pé.

Músculos doloridos desejam movimentos fortes, ágeis,

Mas apenas roçam em caricias de ódio.

O coração assustado se nega a sentir, se esconde

E a mente se afasta do mundo.

 

Um rosto

Sorridente, olhos profundos

Aos poucos desperta algo oculto,

Transforma o líquido gélido das veias e artérias em fogo vivo.

Os ferimentos são consumidos pelo calor escaldante que toca a alma

Movimentos retomam força e agilidade o corpo revive.

O coração não resiste, arrisca novamente se deixa levar,

A mente aconchegada  se acalma,

Passado o tempo, o tempo do passado desaparece.

Aquele um solitário, machucado e ferido, em fim tornou-se dois.

 Stephany Mencato.

Alguém que havia decidido não acreditar em relacionamentos encontra alguém que sonha com um futuro. A ansiedade e a paixão se chocam com a calma e o carinho. A insegurança e o medo de compromisso perdem espaço no dia a dia e é impossível imaginar uma vida sem aqueles olhos por perto.

Como dois corpos podem combinar tanto? Simplesmente combinam ou não, existem pessoas e pessoas. Biologia, Química, Psicologia, Poesia? Quem poderia me explicar com certeza por que essa pessoa?

“São três os estágios da paixão. O primeiro se caracteriza pela busca de satisfação sexual, quando o principal hormônio responsável é a testosterona, tanto no homem, quanto na mulher. O segundo é a atração física, caracterizado por um estado de euforia e grande felicidade, quando não se consegue enxergar defeitos no outro. E, por fim, o terceiro estágio é o estabelecimento do vínculo duradouro e a transformação ou não da paixão em amor…’O outro é encarado como a grande fonte de prazer, que o cérebro identifica sempre que está perto. Por isso, quando há afastamento há insegurança, dúvida, conflito. A química cerebral é semelhante a um vício‘… A escolha do par passa pelos cinco sentidos… À medida que a aproximação acontece”.  http://www.amorebobagens.com.br/noticias/93-materias-sobre-biologia-do-amor-na-folha-de-londrina

o-que-é-o-amor

“Na verdade o amor é química! Todos os sintomas relatados acima têm uma explicação científica: são causados por um fluxo de substâncias químicas  fabricadas no corpo da pessoa apaixonada. Entre essas substâncias estão: adrenalina, noradrenalina, feniletilamina, dopamina, oxitocina, a serotonina e as endorfinas”. http://biologiacomoideologia.blogspot.com.br/2011/05/quimica-do-amor.html

“O amor não é um sentimento, não é uma sensação ou um estado de espírito.
É um milhão de coisas diferentes ao mesmo tempo.
É um turbilhão de conceitos rodopiando dentro de nós.
Com tanta força nos acertam que transformam o mais forte e feroz dos homens no mais terno cordeiro.
É capaz de derreter a mais sólida mulher no mais doce e vulnerável néctar das abelhas”. http://prosador.blogspot.com.br/2003/11/explicao-do-amor.html

Em meio a tudo isso nem uma das explicações me parecem suficiente, de algum modo esse vício chamado AMOR é incontestável, inexplicável para um apaixonado e incompreensível para quem nunca amou.

Aonde quero chegar com este texto não tenho certeza, mas entre tantos debates e ideias que todos os dias percorrem nossa mente por que não dispensar um tempo para conversamos  sobre algo que não seja  violência, preconceito, injustiça e pensarmos sobre algo que é tão pessoal e intransferível quanto o mais forte de todos os sentimentos?

É maravilhoso olharmos para dentro e nos vermos repletos de amor, pensar ao menos por um momento NAQUELA pessoinha, lembrar DAQUELE amigo ou DAQUELA amiga especiais.

Estamos sujeitos a tantas mudanças e reviravoltas todo o tempo, e podemos até não escolher quem amamos, mas escolhemos quem mantemos ao nosso lado e somos escolhidos para estar ao lado de alguém.

armatucoso--mi-amor--1029805

Então por que não dizer a essa pessoa que te faz tão bem: “independente do tempo ou da distância eu te escolhi para estar ao meu lado nessa vida, nesse momento e essa foi a melhor decisão que eu poderia ter tomado,   é maravilhoso que você também tenha me escolhido e que possamos seguir juntos”.

Como já dizia Renato Russo “é preciso amar as pessoas como se não ouve-se amanhã, por que se você parar pra pensar, na verdade não há”.

FELIZ DIA DA MULHER! – o mundo do ponto de vista feminino

Sim, eu sei, o dia das mulheres já passou, mas todo dia é seu mulher única que representa muitas ..

  “Who are we? What we run? We run the world! Who run the world? Girls!!”

Mas e ai mulheres sabemos que temos o poder? todas nós sabemos que somos únicas? Conhecemos a liberdade sexual, intelectual e a possibilidade de lutar por nosso espaço? Temos consciência desse poder que nos foi dado por nossas mães e feministas guerreiras nos anos 70?

Século XXI, ano 2013, e parti em busca da definição de “mundo” do ponto de vista feminino moderno, claro para isso atormentando algumas mulheres que tenho a honra de conhecer e carinhosamente me responderam com uma frase ou palavra, o que é para elas esse “mundo”:

sonho realidade

“O mundo é muito mais do que os olhos podem ver” – Sonia Silva

“O mundo.. Injusto”

“O mundo.. Injusto” – Becca

“Falando sobre o mundo penso nas conquistas femininas nos últimos anos... trabalhos que antes eram exercidos por homens e hoje o são por mulheres, e por sinal efetuados com muito exito.. nossa presidente!”

“Falando sobre o mundo penso nas conquistas femininas nos últimos anos… trabalhos que antes eram exercidos por homens e hoje o são por mulheres, e por sinal efetuados com muito exito.. nossa presidente!” – Cris Coelho

“O mundo... nós sempre pensamos na opinião dos outros... queremos aprovação...”

“O mundo… nós sempre pensamos na opinião dos outros… queremos aprovação…” – Rosana Aguirre

“eu resumiria em "oportunidade" porque, segundo minhas crenças, essa vida é uma oportunidade de evoluir e o mundo está aqui pra nos proporcionar isso então o mundo é oportunidade”

“eu resumiria em “oportunidade” porque, segundo minhas crenças, essa vida é uma oportunidade de evoluir e o mundo está aqui pra nos proporcionar isso então o mundo é oportunidade” – Angelita Friedrich

“Doce ...com menos hipocrisia, pensou, sonhou, realizou !!”

“Doce …com menos hipocrisia, pensou, sonhou, realizou !!” – Vilma Burmann

“‘Mundo... acho que pens0 em conquistar o meu espaço, ser mãe...”

“‘Mundo… acho que penso em conquistar o meu espaço, ser mãe…” – Adrieli Urias

 O Mundo do ponto de vista feminino é um pouco de todas essas frases, e muito mais. Cada mulher ao seu modo transforma diariamente o seu mundo, e de todos que a cercam.

Torço para que cada vez mais nós mulheres tomemos consciência de nosso poder e dever de agir frente ao mundo.

Ao nosso modo façamos como aquelas caras pintadas que nos antecederam, a quem rendo toda homenagem.

Então finalizo com a minha opinião, a de que o mundo é um palco, você só precisa ter  coragem de subir lá e arrasar!